PROJETO CANTO DAS AVES – JACUAÇU

12-06-2019

Compartilhe

Já ouviu falar na Penelope? Não se trata da Penélope Charmosa nem da Penélope de Ulisses, mas sim da denominação científica dos jacus, aves florestais de grande porte e enorme relevância ecológica. O Brasil abriga sete espécies diferentes de jacus, sendo que a região da Lagoa dos Ingleses é habitada pelo jacuaçu (Penelope obscura), cuja distribuição está associada à Mata Atlântica, um dos biomas mais ricos e ameaçados do mundo. Jacu vem do tupi e significa aquele que come grãos. Sua dieta inclui também flores (especialmente de ipês), brotos de folhas e muitos frutos silvestres, sendo excelentes dispersores de sementes, incluindo sementes grandes que não podem ser transportadas por aves pequenas. Portanto, são essenciais para o processo de regeneração florestal ao semear uma ampla gama de sementes de árvores nativas. Infelizmente, os jacus estão desaparecendo em decorrência da destruição das florestas e caça ilegal, fatores que podem influenciar negativamente a saúde do ecossistema.

Há algumas décadas no estado do Espírito Santo, o jacuaçu foi considerado uma grande ameaça pelos cafeicultores. Na ocasião, foram solicitadas permissões para abate das aves que consumiam os grãos maduros conhecidos como cereja, os mais cobiçados para a produção de café de qualidade. Ao invés da liberação de caça, foi sugerido que os fazendeiros investissem na produção a partir dos grãos consumidos pelos jacuaçus, o que resultou no café-de-jacu, bebida gourmet muito apreciada, sendo atualmente o café mais caro do Brasil e um dos mais valorizados em todo o mundo (1kg pode alcançar 700 reais). Ao invés de inimigo, o jacuaçu se tornou o maior parceiro do produtor.

 

Deixe seu comentário

2014 www.csullagoadosingleses.com.br. TODOS OS DIREITOS RESERVADOS.

Avenida Princesa Diana, 55
Lagoa dos Ingleses - Nova Lima/MG